Notícia

Do ferro-velho para as salas de aulas

Núcleo de Reforma e Adequação de Máquinas e Equipamentos do SENAI MG (NUMES) moderniza antigo equipamento que será utilizado para o treinamento de profissionais da entidade

Utilizando as bases do conceito Retrofiting – termo em inglês que designa uma modernização em algum equipamento considerado antigo, seja em função da desatualização por normas ou de processo, um torno mecânico obsoleto se transformou em um equipamento moderno e atualizado com a tecnologia Controle Numérico Computadorizado (CNC). O projeto foi desenvolvido pelo SENAI Núcleo de Reforma e Adequação de Máquinas e Equipamentos (NUMES). 

“Nosso objetivo é usar esse novo equipamento para treinar os profissionais do SENAI-MG nos conhecimentos e nas tecnologias de retrofiting de máquinas e equipamentos”, conta Ricardo Aloysio, gerente de Educação e Tecnologia do SENAI-MG, esclarecendo que, posteriormente, essa experiência será aplicada nas indústrias mineiras em forma de consultoria tecnológica. “Desta maneira estaremos contribuindo para o aumento da produtividade do setor industrial”, afirma Aloysio.  

A aplicação da tecnologia também teve o intuito de promover a reutilização de máquinas obsoletas e sucateadas dando outro propósito para elas, gerando assim conhecimento e economicidade, além de utilizar os equipamentos recuperados na aprendizagem dos estudantes dos cursos de Automação e Mecatrônica. “Queremos melhorar a qualidade dos cursos e propiciar mais conhecimentos para nossos alunos”, ressalta Evandro de Oliveira, gerente do Núcleo de Reforma e Adequação de Máquinas e Equipamentos do SENAI-MG.

SENA13.jpg

Oliveira explica que o processo de desenvolvimento da atualização do torno foi um dos grandes ganhos do projeto. “Parte do conhecimento a equipe já possuía, como: desenvolvimento de projeto, usinagem, elétrica, cálculos matemáticos, dentre outros. Já o desconhecido para chegar à concepção da máquina foi adquirido com pesquisa e estudo, além do apoio técnico da Siemens”, afirma o gestor, pontuando que o primeiro desafio foi a fabricação da máquina. O segundo será transformar todo este processo em um conteúdo formativo.

“Pretendemos desenvolver um curso para ofertarmos aos nossos alunos do SENAI. Também pretendemos produzir 10 tornos com a tecnologia CNC, que serão disponibilizados para outras unidades”.  O projeto de reaproveitamento do torno foi idealizado pelo Núcleo de Reforma e Adequação de Máquinas e Equipamentos (NUMES) de Itaúna, que, desde 2020, desenvolve os kit’s para os alunos do SENAI.  

Últimas notícias

  1. Aprimore suas habilidades na área de audiovisual

    Leia

  2. SENAI Uberlândia oferece curso técnico de formação para instalação de equipamentos de energia solar fotovoltaica

    Leia

  3. Governo de Minas assina parceria com FIEMG e SENAI para aumentar a empregabilidade dos mineiros

    Leia

  4. Ministério da Defesa quer ampliar parcerias com a indústria mineira

    Leia

  5. Indústria 4.0: como a revolução digital transforma a sua vida

    Leia

  6. SENAI Visconde do Rio Branco promove campanha do agasalho

    Leia

  7. Tradicional e afetivo, arroz doce poderá ser encontrado nas prateleiras dos mercados em breve

    Leia

  8. SENAI-MG marca presença em encontro que discute o futuro da logística

    Leia