Notícia

Governo de Minas assina parceria com FIEMG e SENAI para aumentar a empregabilidade dos mineiros

Projeto Recomeço foi lançado em Juiz de Fora e oferece cursos de capacitação em 28 municípios do estado

Foto: Gil Leonardi

Nesta sexta-feira, 16 de julho, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, assinou em Juiz de Fora uma parceria entre o Governo de Minas, a FIEMG e o SENAI para a execução de cursos de qualificação voltados para atendimento ao público do Projeto Recomeço, em 28 municípios. Elaborada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), a iniciativa tem o objetivo de fomentar a empregabilidade com a qualificação de pessoas afetadas pela pandemia, unir quem emprega a quem precisa trabalhar, através de articulações entre os órgãos governamentais, setores produtivos, entidades da sociedade civil e organizações não governamentais.

Representando na ocasião o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, esteve presente no evento o vice-presidente da entidade, Tadeu Monteiro, que também assinou o termo de cooperação técnica, juntamente com a secretária de Desenvolvimento Social, Elizabeth Jucá. Além dele, também participaram da solenidade os secretários de Estado Fernando Passalio (Desenvolvimento Econômico); Leônidas Oliveira (Cultura e Turismo) e Mateus Simões (Geral); além da prefeita de Juiz de Fora, Margarida Salomão; do presidente da FIEMG Regional ZM e do Sindipan-JF, Heveraldo Castro; e do diretor da FIEMG Regional ZM e presidente do Sinduscon-JF, Aurélio Marangon Sobrinho, entre ouras autoridades e lideranças políticas e empresariais.

O público-alvo do Projeto Recomeço são pessoas inscritas no CadÚnico que estejam abaixo da linha de pobreza e em busca de uma colocação no mercado de trabalho ou de uma alternativa de geração de renda. O governo vai mapear as ofertas de emprego nas empresas e informar às prefeituras e aos Sines locais (Sistema Nacional de Emprego), que, por sua vez, vão direcionar os trabalhadores que mais precisam dessas oportunidades.

Entendendo que parte do público também é carente de habilidades de trabalho, o projeto também vai ofertar cursos de qualificação e capacitação para o ensino de ofícios, pensados para atender aos requisitos de formação exigidos pelas vagas de trabalho ofertadas pelas empresas parceiras. Os cursos, de curta-duração, serão disponibilizados pelo SENAI, de forma totalmente gratuita. E todas as empresas e indústrias participantes recebem o selo de Empresa Parceira do Desenvolvimento Social, que certifica o compromisso com o desenvolvimento social e econômico dos mineiros.

Romeu Zema ressaltou que o programa é voltado para aqueles que mais precisam, e que certamente são os que mais valorizam a oportunidade. “A pandemia causada pelo coronavírus impactou a economia, reduzindo postos de trabalho, limitando o funcionamento de alguns setores e, consequentemente, diminuindo o orçamento de muitas famílias. Como consequência desse cenário, cerca de 5 milhões de mineiros estarão vivendo abaixo da linha da pobreza. Diante disso, estamos buscando parcerias com empresas e órgãos públicos para ofertar essas vagas e mudar esta realidade. Nosso compromisso é com a empregabilidade”, destacou.

O vice-presidente da FIEMG, Tadeu Monteiro, destacou que estar junto com o Governo do Estado na empreitada da busca incessante e incansável pela inclusão social é dever que a indústria mineira abraça com fervor e força total. “Neste momento, em que a economia ainda se recupera da crise, é fundamental arregaçarmos as mangas e desenvolvermos ações como esta. E nesse contexto a participação do SENAI é fundamental. Estamos prontos e preparados para dar nossa contribuição pela empregabilidade dos mineiros”, disse.

Até o momento, o Projeto Recomeço já reuniu 28 parceiros. A seleção de cursos a serem ministrados foi realizada com base nas principais atividades econômicas de cada região, para que sejam potencializadas as chances dos estudantes conseguirem uma colocação no mercado. Em Juiz de Fora, o SENAI ofertará seis cursos em duas áreas distintas: Noções de corte e costura; Corte e costura – aperfeiçoamento profissional; Noções de boas práticas de alimentos; Confeitaria; Noções de segurança em eletricidade e Eletricidade predial.

Ainda durante o evento, foi lançada pelo Governo Estadual a Rede Integrada de Proteção ao Turismo, por meio da assinatura de um termo de cooperação técnica entre a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo e a Política Militar de Minas Gerais. A iniciativa prevê a realização de ações para intensificar a segurança pública, a cultura e o turismo, por meio da mobilização de representantes de diversos setores da sociedade.

 

Por Graciele Vianna

Últimas notícias

  1. Aprimore suas habilidades na área de audiovisual

    Leia

  2. SENAI Uberlândia oferece curso técnico de formação para instalação de equipamentos de energia solar fotovoltaica

    Leia

  3. Ministério da Defesa quer ampliar parcerias com a indústria mineira

    Leia

  4. Indústria 4.0: como a revolução digital transforma a sua vida

    Leia

  5. SENAI Visconde do Rio Branco promove campanha do agasalho

    Leia

  6. Tradicional e afetivo, arroz doce poderá ser encontrado nas prateleiras dos mercados em breve

    Leia

  7. SENAI-MG marca presença em encontro que discute o futuro da logística

    Leia

  8. Projeto da ABGD "Road Show Huawei Solar" chega a Beagá com a parceria da FIEMG

    Leia