Notícia

SENAI conclui primeira turma em Curso de Manufatura Avançada

Especialização Lato Sensu é iniciativa do Sistema FIEMG em parceria com o ITA e o Instituto Fraunhofer, da Alemanha

Sebastião Jacinto Júnior

O Sistema FIEMG segue investindo na modernização da indústria mineira. Um dos mais recentes exemplos é a iniciativa do SENAI Minas, em parceria com os respeitados Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), de São Paulo, e Instituto Fraunhofer, da Alemanha, na oferta da primeira turma do Curso de Especialização Lato Sensu em Manufatura Avançada. Os estudantes receberam os certificados de conclusão em solenidade no Centro 4.0, do SENAI, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, nesta segunda-feira (13/12).

Veja fotos aqui.

O evento foi conduzido pelo presidente do Sistema FIEMG, Flávio Roscoe, e contou com a reitoria do ITA, além de alunos e representantes de empresas e do SENAI. Roscoe lembrou a importância do curso na contribuição na formação de profissionais atualizados acerca dos desafios da indústria atual, já que ele resulta em especialistas com capacidade para integrar sistemas de produção e de manufatura alinhados às novas tecnologias que se aplicam à Indústria 4.0.

“A educação de qualidade contribui para o aumento da competitividade da indústria e, consequentemente, com o desenvolvimento sustentável do país, uma vez que atua diretamente no aumento da produtividade no trabalho. Além disso, equipes capacitadas são mais resolutas e capazes de propor soluções mais efetivas para os problemas vivenciados no cotidiano das empresas, adaptando produtos e processos produtivos de forma inovadora”, declarou Roscoe.

Segundo ele, os cursos de pós-graduação visam, neste sentido, o aprimoramento da atuação no mundo do trabalho e o atendimento à demanda por profissionais tecnicamente mais qualificados para atenderem às necessidades do mercado. Durante a realização do curso, os alunos tiveram acesso a corpo docente altamente qualificado; além de imersão no Instituto Fraunhofer por meio de palestras que apresentaram e aprofundaram os temas relacionados às tecnologias 4.0. Por fim, os Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) foram todos aplicados à resolução de desafios da indústria.

"Fazer uma parceria com uma instituição de renome como o ITA traz um valor agregado imensurável. No SENAI, nós temos no DNA o 'saber fazer', e juntar com o ITA, que tem todo esse know-how técnico, para poder agregar aos nossos esforços, pra gente é muito rico", afirmou o diretor regional do SENAI, Christiano Paulo de Mattos Leal. Ele completou que, devido ao sucesso, haverá uma segunda turma para o Curso de Especialização Lato Sensu em Manufatura Avançada, que será realizado totalmente on-line, de forma a aumentar o número de participantes.

O engenheiro eletricista e gestor da Newon Engenharia, Dimitry Boczar, foi um dos alunos. Ele concorda que o curso foi um sucesso. "Foi espetacular. É transformador. Eu tive contato com tecnologias que não conhecia, as chamadas habilitadoras. E parti para isso. Mudei de negócio, de empresa, reestruturei o que fazer em termos profissionais", declarou.

"Primeira turma recebeu os certificados. Uma turma de 49 anos, e ao final, 46 alunos terminaram o curso, com bastante resiliência, em meio à pandemia. Todos aprovados e todos os trabalhos com temas voltados à indústria. Olhei e li com carinho, junto com a equipe, todos eles com aplicação. Alguns alunos até subiram de cargo na indústria depois que apresentaram a solução ao chefe", contou o reitor do ITA, Anderson Ribeiro Correa.

A pró-reitora de pós-graduação do ITA, Emília Villani, também elogiou a realização do curso. "É uma turma que foi surpreendida pela pandemia e, mesmo assim, teve um índice de sucesso altíssimo. Os trabalhos foram excelentes, com relação com o curso, e combinam, de uma forma sinérgica, os conhecimentos adquiridos no curso com a experiência prática deles. Então, é o melhor dos mundos. Esse é um resultado muito positivo do nosso ponto de vista. Pro ITA, esse foi um caso de sucesso", afirmou.

Parceiros

Os parceiros do curso são o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), instituição universitária pública ligada ao Comando da Aeronáutica (COMAER), localizado na cidade paulista de São José dos Campos, no Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), importante complexo de pesquisa e desenvolvimento na área aeroespacial.

Já o Fraunhofer é um importante instituto dedicado à pesquisa e à produção de soluções tecnológicas com vistas ao desenvolvimento socioeconômico. A parceria com o Fraunhofer permite a complementaridade de competências de ambas as instituições, possibilitando aos alunos do curso vivenciar experiências relacionadas à implementação do conceito de Indústria 4.0, por meio de explanações realizadas pelos profissionais do instituto.

Últimas notícias

  1. FIEMG busca fornecedores de materiais de higiene, limpeza e descartáveis

    Leia

  2. Barão de Cocais terá cursos gratuitos de capacitação

    Leia

  3. Programa Residência Industrial forma primeira turma com 33% dos alunos já contratados

    Leia

  4. Ainda dá tempo de garantir o seu futuro!

    Leia

  5. Minas Gerais precisa qualificar 1 milhão trabalhadores em ocupações industriais até 2025

    Leia

  6. Fundação Renova oferece curso gratuito de Montagem e Desmontagem de Andaimes em parceria com o SENAI

    Leia

  7. Sindivest Vale do Aço debate: “Indústria 4.0 no setor de confecções, uma realidade tangível?”

    Leia

  8. CIT SENAI recebe visita de Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico da Grande BH

    Leia