Notícia

SESI e SENAI MG entre as melhores empresas em atendimento ao cliente

Alunos engajados se destacam no mercado de trabalho

O SESI e o SENAI de Minas Gerais têm como principal objetivo formar cidadãos qualificados para atuar de maneira autônoma, crítica, inovadora, consciente e participativa na indústria brasileira. As entidades que integram o Sistema S são importantes aliadas do Brasil na promoção de educação básica e profissional, inovação, tecnologia, saúde e segurança no trabalho e competitividade empresarial.

Na última pesquisa divulgada pela Net Promoter Score – NPS, que tem como objetivo medir a satisfação e lealdade dos clientes, o SESI e o SENAI Minas Gerais tiveram posição de destaque.

A pesquisa pergunta “numa escala de 0 a 10, o quanto você indicaria os nossos serviços e produtos para um amigo?”. Considerando que: zero não indicaria de forma nenhuma e dez com certeza indicaria.

As notas do SESI e SENAI foram 64,93 e 69,01, respectivamente. O que revela, de acordo com o índica da NPS, que são consideradas empresas reconhecidas por sua qualidade e seus clientes estão mais satisfeitos do que insatisfeitos. A pesquisa foi realizada em janeiro e fevereiro de 2019, tendo o total de 2.973 chamadas realizadas, 997 indústrias pesquisadas e 406 respostas.

André Alves Ambrosio, ex-aluno do SESI São Gonçalo do Sapucaí, cursa Estatística na USP, onde participou de duas iniciações científicas (matemática e estatística), fundou a área de Estatística na ICMC Júnior como diretor e atualmente faz estágio na Raccoon Marketing Digital, na área de BI, como cientista de dados.

“Sou muito grato ao Sistema FIEMG. Principalmente ao programa EBEP que chegou na minha cidade em 2013, ano que pude ingressar  em uma escola particular com bolsa integral. A oportunidade de ser bolsista no SESI foi um dos motivos para eu ser quem sou hoje, pois tive excelentes professores que sempre se preocupavam com seus alunos”, resume André Alves.

O Serviço Social da Indústria de Minas Gerais – SESI MG em sua Rede de Educação estabelece como princípio a formação das competências básicas, consideradas meios de efetivação da cidadania, de construção da identidade cultural, da compreensão e utilização das tecnologias digitais, de desenvolvimento da consciência ética e de preparação para o mundo do trabalho.

Já o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Minas Gerais – SENAI MG é responsável pela formação profissional de recursos humanos para a indústria, a prestação de serviços como assistência técnica e tecnológica ao setor produtivo, serviços de laboratório, pesquisa aplicada e informação tecnológica.

Graças à sua estrutura, se tornou o maior complexo de educação profissional da América Latina. O SENAI, através do desenvolvimento dos seus programas, projetos e atividades, oferece atendimentos adequados às diferentes necessidades da indústria e contribui para o seu fortalecimento e o desenvolvimento pleno e sustentável do país.

Os gêmeos Jeiel Junio Silva Santos e Junio Gabriel Silva Santos, ex-alunos de aprendizagem industrial e curso técnico do SENAI MG, de 19 anos, venceram do Prêmio Bom Exemplo de 2017 na categoria Cidadania. Eles desenvolveram um aplicativo para celular – o Sustentabilizando – que tem ajudado milhares de pessoas a reduzir os gastos com água e energia elétrica.

“O aplicativo e o Prêmio Bom Exemplo foram divisores de águas pra gente, trazendo novas oportunidades profissionais. Começou como um projeto escolar sem grandes pretensões e hoje têm mais de 50 mil downloads”, comemora Jeiel.

Outro destaque do SENAI é Jéssica Nascimento, de 26 anos, que cursou Aprendizagem Industrial em Panificação e Confeitaria (2009), em Processos Administrativos (2010) e atualmente cursa Qualificação em Confeitaria. Foi medalha de Ouro na Olimpíada do Conhecimento, onde competiu com jovens padeiros de todo o Brasil. Em 2017, foi representar o Brasil na 46° International Competition for Young Bakers (concurso internacional de competição de jovens padeiros); e no ano passado, 2018, ficou em segundo lugar no Mondial du Pain (maior campeonato brasileiro de panificação). Atualmente, ela trabalha como instrutora de formação profissional no SENAI MG.

“O SENAI tem um significado muito especial para mim, pois foi através dele que iniciei minha vida profissional. Venho de uma família humilde onde não tinha condições para pagar cursos técnicos ou de aperfeiçoamento e foi através da instituição que pude aprender sobre panificação, fazer diversos cursos e hoje poder qualificar tantas pessoas”, resume Jéssica.

João Pedro Rufino Alves, de 22 anos, ex-aluno do SESI e SENAI MG representou o Brasil e as Américas em competições (Alemanha, China e França), além de começar um projeto junto com a SAE Brasil, onde foi criada a primeira competição de drones inteligentes da América Latina. Conquistou o prêmio de melhor projeto e Profissional do Ano no setor de Drones. Atualmente, é Analista de Aplicação da Advantech Brasil (São Paulo) onde trabalha com IoT e soluções para Indústria 4.0, além de fazer parte da equipe de curadores da Drone Show Latin America 2019.

“Tanto o SESI quanto o SENAI foram fases extremamente importantes na minha carreira, diria até que foram em conjunto um divisor de águas. Antes do SESI/SENAI, eu não tinha muita noção do que fazer depois de formado e os dois me deram uma direção de para onde eu deveria seguir. Com a base educacional do SESI e a parte profissionalizante do SENAI consegui definir e acredito que acertei na hora de escolher a faculdade e consequentemente minha profissão”, analisa João Pedro.

Manter os clientes satisfeitos é um desafio diário para qualquer instituição que queira se destacar no mercado. E o SESI e o SENAI prezam por cada detalhe para garantir a qualidade do ensino para seus alunos.

Quer conquistar um futuro promissor? Então venha garantir sua vaga no SESI e no SENAI.

Últimas notícias

  1. FIEMG Lab 4.0 dá início à aceleração das startups

    Leia

  2. Instituto SENAI de Tecnologia em Alimentos e Bebidas realizou seu primeiro curso em PAC

    Leia

  3. Empresas do setor mineral se reúnem para conhecer trabalho de startups

    Leia

  4. Exército vem a Belo Horizonte conhecer trabalhos desenvolvidos no CIT

    Leia

  5. Programa Futuros Engenheiros forma 150 estudantes na RMBH

    Leia

  6. Dia do Panificador é celebrado pela AMIPÃO

    Leia

  7. FIEMG Lab 4.0 apresenta para a imprensa seu novo espaço

    Leia

  8. Programa Futuros Engenheiros certifica estudantes em Ipatinga

    Leia