Notícia

Sindimalhas atua na qualificação da indústria têxtil mineira

Em parceria com o FIEMG Competitiva, sindicato oferta consultorias de melhoria da eficiência industrial e segurança de dados

Reprodução/ Pixabay

O Sindicato das Indústrias Têxteis de Malhas no Estado de Minas Gerais (Sindimalhas-MG), por meio do Programa FIEMG Competitiva, atua em duas importantes ações de desenvolvimento do setor industrial mineiro na atualidade. O empenho é focado na qualificação para a melhoria da eficiência de produção e na garantia da segurança de dados no ambiente profissional.

A consultoria "Ecolean 4.0" é uma das atividades. Ela consiste em um apoio personalizado para a implantação da metodologia lean manufacturing, ou seja, manufatura enxuta. Na prática, resulta na melhoria contínua, associada à eficiência do sistema de gestão ambiental da empresa. A carga horária é de 160 horas.

O trabalho foi concluído na Fiteca Tecidos, em Araçaí, na região Central de Minas. "A 'Ecolean' visa monitorar a tecelagem em tempo real. Esse processo, inovador e tecnológico, permite ao gestor tomar as decisões necessárias de acordo com o que está acontecendo, de forma mais precisa", afirmou Hélvio de Souza Silva, representante da empresa.

Com isso, há aumento da produtividade, otimização de processos, e redução de desperdícios e de riscos ambientais. O trabalho é desenvolvido de forma adequada ao nível de maturidade de cada fábrica. No momento, três indústrias têxteis associadas ao Sindimalhas passam pela formação, que é feita em formato on-line.

Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais

Outra atuação muito importante é o workshop de conscientização "Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)", que consiste em palestra da gestora de Proteção de Dados e encarregada do Tratamento de Dados Pessoais da FIEMG, Ana Paula Brandão, a sete empresas têxteis mineiras. A qualificação tem duração de seis meses.

No workshop, são abordados os conceitos mais importantes correlatos à lei, e as possíveis sanções e consequências de inadequações. Além disso, os empresários participantes discutem situações específicas do setor têxtil, com oportunidade de tirar dúvidas com a especialista.

De acordo com o presidente do Sindimalhas, Aroldo Teodoro Campos, todas as ações executadas estão alinhadas com as demandas do setor têxtil e buscam desenvolver a competitividade das empresas em diversas frentes, como meio ambiente e sustentabilidade, gestão e capacitação profissional.

"As soluções de LGPD estão muito práticas. Está todo mundo procurando orientação, e a orientação está pronta. Temos que fazer uso disso rápido", afirmou Aroldo.

Últimas notícias

  1. Especialistas em recursos hídricos visitam laboratórios do CIT SENAI

    Leia

  2. Minascon: estrutura de palitos aguenta 50kg e vence concurso 'A Ponte'

    Leia

  3. Parceria entre SENAI e Prefeitura de Bicas oferece curso de Qualificação em Costureiro Industrial

    Leia

  4. Centro 4.0: universitários visitam complexo de tecnologia da FIEMG

    Leia

  5. Uma oportunidade de conhecer quem prepara a melhor mão de obra do estado

    Leia

  6. Uma oportunidade de conhecer quem prepara a melhor mão de obra do estado

    Leia

  7. Inscrições para o concurso “A Ponte” estão abertas até o dia 18 de novembro

    Leia

  8. CIT SENAI participa de simpósio na Colômbia

    Leia