Notícia

Seminário Moveleiro on-line é sucesso em Ubá

Evento completou oito edições e foi promovido pelo Intersind e Sebrae, com apoio da FIEMG

O Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Mobiliário de Ubá (Intersind) e o Sebrae Minas realizaram, no dia 19/11, o 8º Seminário Moveleiro de Ubá. O evento, que visa fomentar a integração e a inovação na indústria moveleira e em toda a cadeia produtiva do setor na região, este ano foi totalmente on-line e gratuito.

O objetivo do seminário, que contou com o apoio da FIEMG em sua realização, foi transmitir aos empresários informações que desvendam um novo olhar em relação à atividade moveleira, de modo a garantir a inovação e a integração das indústrias do setor moveleiro regional.

A abertura foi realizada pelo presidente do Intersind, Aureo Calçado Barbosa, e pelo gerente regional do Sebrae Minas, João Roberto Marques Lobo; juntamente com o gerente do SESI/SENAI Ubá, Cláudio Bellose de Oliveira; o diretor pedagógico da FUPAC Ubá, Wagner Inácio Freitas Dias; e a diretora da UEMG Ubá, Kelly da Silva. A mediação do seminário ficou a cargo da analista técnica do Sebrae Regional Zona da Mata e Vertentes, Lúcia Caiaffa.

Esse ano o tema abordado foi “Formação e capacitação de mão de obra como diferencial competitivo”. O presidente Aureo Barbosa destacou a atualidade e importância do assunto escolhido nesta edição. “A razão deste seminário é dar um ponto inicial para que todos nós estejamos engajados no futuro. Vamos buscar interagir com diretores e professores das escolas e criar uma grade curricular que venha condizer com as necessidades atuais e futuras das indústrias do setor moveleiro”, disse.

O evento também contou com a participação dos convidados Rafael Mantovani Cardoso, que está há 15 anos no SENAI e atualmente ocupa o cargo de supervisor técnico na unidade de Ubá; Israel Iasbik, coordenador do curso de Engenharia de Produção e Civil da FUPAC Ubá; e Sandro Ferreira de Souza, doutorando em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Viçosa e especialista em Design de Móveis pela UEMG, onde também atua como professor e pesquisador.

Israel Iasbik falou sobre a inserção de acadêmicos no mercado de trabalho logo nos primeiros anos de curso como sendo um passo importante, tanto para as empresas quanto para as instituições de ensino, e também um diferencial na busca por uma mão de obra inovadora. Complementando, Sandro Ferreira falou que ter uma mão de obra qualificada é extremamente importante para se manter grande no mercado de trabalho, e que a educação tem um grande papel nessa qualificação. Já Rafael Mantovani analisou a importância dos investimentos tecnológicos nas empresas, mas também os seus custos, e disse que a oportunidade de criação interna é muito grande quando se abre espaço para que a equipe proponha suas ideias, podendo surgir produtos inovadores.

Semin-rio-Uba-2.jpg

Últimas notícias

  1. Inovação na prática: como centros de pesquisas e empresas transformam seu dia a dia

    Leia

  2. Inovação e tecnologia para a indústria automobilística com DNA brasileiro

    Leia

  3. Últimos dias para se inscrever nos cursos da Escola SENAI para o Audiovisual

    Leia

  4. Inovação industrial é pauta de encontro do FIEMG Jovem

    Leia

  5. Trabalhador: na fábrica ou em home office, a força que move o país

    Leia

  6. Nova tecnologia no setor automotivo em pauta

    Leia

  7. Trabalhador: na fábrica ou em home office, a força que move o país

    Leia

  8. Escola SENAI de Audiovisual é lançada

    Leia