Notícias

FIEMG e AngloGold Ashanti concluem projeto de sustentabilidade para fornecedores

90% das empresas participantes conseguiram melhorar a gestão de seus negócios

A FIEMG apresentou os resultados do projeto “Sustentabilidade na cadeia produtiva” para as 21 micro e pequenas indústrias fornecedoras da AngloGold Ashanti, que se engajaram na proposta, nesta quarta-feira (10/10). A iniciativa, realizada em parceria pelo Sistema FIEMG com a mineradora, tem o objetivo melhorar a gestão sustentável dos negócios, como forma de ampliar a produtividade e a competitividade. 

A MR Services, que presta serviços de hidráulica, pneumática e automação industrial para a produtora de ouro AngloGold Ashanti em Sabará/MG, está colhendo os resultados do trabalho dos últimos 18 meses. De acordo com o diretor técnico, Alysson Matareli, a participação no programa permitiu um ganho de escala, tanto no aumento da carteira de parceiros quanto na reativação de outros clientes. “Aumentamos em 18% o número de clientes. A AngloGold antes representava 45% do nosso faturamento, hoje representa 30%. Vislumbramos um aumento de faturamento da ordem de 20% depois de ingressarmos no projeto”, afirma.

“Nossas ideias foram formatadas. O trabalho foi excelente porque nos deu uma organização que vai nos trazer ganhos em longo prazo”, ressaltou José Starling Júnior, da ADS LATIN Assistência e Manutenção de Aeronaves.

O diretor de Suprimentos, Serviços e Suporte da AngloGold Ashanti, Ewerton Trindade, parabenizou o esforço dos empreendedores e comemorou os resultados do projeto. Ele ressaltou que a empresa acredita no fortalecimento dos fornecedores locais como uma importante alavanca de desenvolvimento da comunidade. “Em 2017, mais de R$ 721 milhões foram investidos em compras nas cidades onde possuímos operações. O programa é mais uma ação no sentido de contribuirmos com a gestão sustentável em toda a nossa cadeia de valor”, ressalta.

A gerente de Responsabilidade Social Empresarial da FIEMG, Luciene Araújo, celebrou com as empresas e ressaltou o fator agregador do projeto. “Estamos muito felizes e esse é só o começo. Esperamos que as pequenas empresas possam trabalhar cada vez mais em parceria com as grandes, em uma união de esforços para que nosso país possa voltar a crescer”, diz.


Segundo a consultora de responsabilidade social empresarial da Fiemg Juliana Bahia, 90% das empresas participantes (das cidades de Belo Horizonte, Nova Lima, Sabará, Caeté, Santa Bárbara, Barão de Cocais e Catas Altas) obtiveram melhora no Índice de Sustentabilidade para Competitividade, que mensura aspectos econômicos, ambientais e sociais de sua gestão.

“O projeto possibilitou o avanço da gestão empresarial com a implementação de novos processos e mudanças em práticas sob o olhar da sustentabilidade, refletindo em questões prioritárias ligadas à saúde e segurança do trabalho para o cumprimento de NRs, na regularização ambiental e ecoeficiência, na melhoria dos relacionamentos com stakeholders e em práticas que envolvem indicadores, gestão estratégica, finanças, marketing e vendas, por exemplo”, explica.

O projeto Sustentabilidade na Cadeia Produtiva contou com sete linhas de ação desenvolvidas e distribuídas em 710 horas técnicas – divididas em capacitações, workshops e consultorias individuais.

Entre os temas tratados nos encontros estão redução de custos, associativismo, relação com público-alvo, regularização ambiental e ecoeficiência, saúde e segurança, gestão estratégica, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), inovação e mercados potenciais para desenvolvimento de novos produtos e serviços.

Os assuntos prioritários foram identificados a partir de diagnóstico específico, desenvolvido em conjunto à Fundação Dom Cabral, e buscaram o aprimoramento do grau de maturidade de gestão das MPEs com base nos três pilares do desenvolvimento sustentável.

 

Galeria

Últimas notícias

  1. Industriais de Santa Luzia se mobilizam pelo SESI e SENAI

    Leia

  2. 32ª Superminas chega ao fim nesta quinta, com volume de negócios estimado em R$ 1,86 bilhão

    Leia

  3. SESI Juiz de Fora promove ações em comemoração ao mês da criança

    Leia

  4. SESI promove Circuito Saúde durante Superminas 2018

    Leia

  5. Sindimig desenvolve projeto de responsabilidade social

    Leia

  6. Edital de Inovação para a Indústria investiu mais de R$ 545 milhões em mil projetos inovadores

    Leia

  7. Indústria 4.0 para fomentar o desenvolvimento dos setores supermercadista e da panificação

    Leia

  8. Setores supermercadista e da panificação demonstram confiança durante abertura do Superminas 2018

    Leia