Notícias

Um abraço virtual nos estudantes

SESI cria programa de acolhimento psicossocial para atender seus alunos durante a pandemia

A crise gerada pela pandemia da Covid-19 criou tensão e um cenário fértil para o desenvolvimento de problemas emocionais, como ansiedade e angústia. Para as crianças e adolescentes, que estavam acostumados a uma rotina de estudos e convívio social, o isolamento pode trazer danos negativos emocionais, prejudicando o relacionamento com a família e o planejamento dos estudos.

Para minimizar esses efeitos em seus estudantes, a Rede SESI de Ensino criou um programa, gratuito, de acolhimento psicossocial. “Adolescentes e crianças sentem muita falta da convivência com os pares. Muitos se sentem solitários e necessitam de uma escuta, uma conversa que acolha”, conta Izabela Lopes Giannetti Horta, analista de Projetos Educacionais da gerência de Educação Básica do SESI-MG, pontuando que o vínculo com a escola é importante para desenvolver as habilidades socioemocioais. O Atendimento Psicossocial está disponível em todas as 33 escolas da Rede no estado.

Segundo Horta, o SESI já teve retorno positivo por parte dos estudantes que passaram pelo atendimento. “Alguns alunos que estavam desmotivados e tendenciosos a desistirem do ano letivo, retomaram a rotina e o planejamento de estudos”, afirma, sendo que conflitos familiares e sintomas como ansiedade e angústia também foram minimizados com a intervenção dos profissionais do SESI.  

 Para participarem do Atendimento Psicossocial SESI-MG os alunos mais velhos preencheram um formulário e sinalizarem se tinham interesse por esse acolhimento de um profissional. “Demos voz a esse grupo. Muitos manifestaram que precisavam dessa escuta”, conta a psicologa. Já os pequenos, estão sempre sob os olhares atentos dos professores e pedagogos, que estão aptos a perceberam alterações de comportamento.

O atendimento é feito, com a autorização os pais, por uma equipe multidisciplinar, composta por psicólogos, assistentes sociais, nutricionista e educador físico. 

Entretanto, a analista de Projetos Educacionais da gerência de Educação Básica do SESI-MG faz questão de ressaltar que o atendimento oferecido não é um tratamento clínico e sim uma abordagem psicossocial. Para os casos que demandam acompanhamento clínico ou avaliação médica, as famílias são orientadas a buscarem o profissional fora da escola. “É uma maneira de dar, mesmo virtualmente, um abraço em nossos alunos”, finaliza Horta.  

Rede SESI de Ensino - Com 33 escolas espalhadas pelo estado, a Rede SESI de Ensino acompanha os estudantes da infância à adolescência, oferecendo Ensino Infantil, Fundamental e Médio.

Últimas notícias

  1. Livros: uma companhia para toda a vida

    Leia

  2. "Enem: Conectando-se à área de Matemática"

    Leia

  3. Alunos do ensino médio da rede pública estadual de ensino podem se inscrever no “ENEM Conectado Power”

    Leia

  4. SESI-MG e Microsoft: uma parceria para o futuro brilhante

    Leia

  5. SESI-MG se destaca em competição nacional de Ciências

    Leia

  6. Enem Conectado promove aulões inaugurais

    Leia

  7. Como vai a sua saúde mental?

    Leia

  8. Mais desenvolvimento socioeconômico para Brumadinho

    Leia