Música

Flauta Transversal

Flauta Transversal

Cidade

Belo Horizonte

Carga Horária

1h por semana

Valor do Curso

R$350,00 mensais


Informações do curso

inscrevase.png

De acordo com as particularidades do instrumento, suas características e sua importância como instrumento de orquestra e como instrumento solista, o curso de Flauta Transversal traz ao aluno a oportunidade de despertar e ampliar sua percepção musical. Pelo curso, o aluno desenvolve sua capacidade de se expressar pelo instrumento, ampliar e construir repertórios.

O curso é estruturado em 3 níveis: iniciante, intermediário e avançado com a duração de 01 a 04 semestre para cada nível. O material didático é composto por apostilas e CDs ligados a literatura do instrumento, contendo os exercícios teóricos e práticos preparando o aluno para atuar como músico profissional.

Formato: Presencial 

Acompanhe o conteúdo previsto para o curso: teoria e percepção; formação musical; prática de conjunto e prática do instrumento.

  

Professor: Fabiano Zan

Pré-requisito: ter idade mínima de 9 anos

Alunos por turma: aulas individuais

Dias e horários: 

Terça feira - 08h às 11h | 17h às 18h

Quarta feira - 08h às 12h

Sexta feira - 08h às 12h | 14h às 17h

Matrícula: original e cópia do CPF, Identidade e comprovante de endereço

Valores: R$350,00

Forma de pagamentovia boleto bancário, cartão de débito e crédito

Certificação: ao final de cada módulo, o aluno será submetido a uma avaliação técnica feita através de uma prova prática e outra teórica para entrega do certificado

 

Contato
☎ (31) 3241-7177| (31) 3241-7175 
WhatsApp_icon-icons-com_66798.png (31) 98791-5676 | (31) 98634-4182

 
✉ sesiculturamg@fiemg.com.br

Endereço: Rua Álvares Maciel, 59 - Santa Efigênia - Belo Horizonte

inscrevase.png

 

CURRÍCULO RESUMIDO

Fabiano Zan

Natural de São Paulo, iniciou seu aprendizado musical aos oito anos no Conservatório Musical Souza Lima, em São Paulo. Lá teve aula de iniciação musical e teclado, durante três anos, com os professores Antônio Mário da Silva Cunha e Lilian Rosa, se destacando como o melhor aluno entre os garotos de sua idade.

Recebeu vários diplomas de mérito e a medalha de melhor aluno.

Aos 18 anos, já em Belo Horizonte, começou os estudos de saxofone com o professor e concertista internacional Dilson Florêncio (1º prêmio do Conservatoire National Supérieur de Musique de Paris), com o qual concluiu o curso de graduação em saxofone pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Participou de workshops especializados com músicos como David Richards, Bob Mintzer, Vinícius Dorim, Ademir Júnior e outros.

Vencedor do concurso “Jovens Solistas” da Orquestra Sinfônica da UFMG, em 1997 e 1998.

Vencedor do concurso “Jovem Músico”, promovido pelo BDMG Cultural, em junho de 2000.

Semifinalista do 3º Prêmio de Música Weril, em São Paulo, específico de instrumentistas de sopro.

Semifinalista do 10º Prêmio Internacional de Música Eldorado, em São Paulo.

Participou do 24º Curso Internacional de Verão de Brasília.

Participou do Festival Tudo é Jazz 2008, com a sua banda Acid Minera, que venceu o concurso de novos talentos de jazz.

Participou do festival Tudo é Jazz 2009, junto ao violista Fernando Sodré.

É integrante da banda do humorista mineiro Saulo Laranjeira.

Foi professor de saxofone da Banda Municipal Sarzedense (Sarzedo-MG), de maio de 2011 a dezembro de 2012.

Foi  professor de saxofone no CEFAR (Palácio das Artes) no período de 2012 a 2016.Atualmente professor de saxofone e flauta transversal na escola de música Canal 100 e na escola de música Ensinart.

Em 2014 fundou a banda de Acid Jazz Conecto, projeto do qual visa fundir o jazz a ritmos dançantes, onde músicas autorais e algumas releituras, predominando “grooves” animados e dançantes em seu repertório, crie proximidade e interação com o público. Vem participando de workshops e diversos eventos musicais.

Além do erudito, ao longo do tempo o músico sempre atuou e atua com projetos de música popular brasileira, instrumental e jazz. Já tocou com vários intérpretes brasileiros e realizou inúmeros shows, país afora.

 

 

CURRÍCULOS RESUMIDOS

Ivan Virgílio

Ivan Virgílio, Nasceu em Pilar - Alagoas e teve como sua principal influência seu próprio pai, que é músico, e na ocasião Maestro da Banda Filarmônica Arthur Ramos.

Graduado em 2010 no curso de (Licenciatura em música com habilitação em Instrumento – saxofone) pela UEMG - Universidade do Estado de Minas Gerais, em (Harmonia e improvisação), ministrado pelo conceituado saxofonista canadense Marcelo Padre, na escola de música Pro-Music, e atualmente cursando a pós-graduação em (Filosofia e artes) pela Faculdade Venda Nova do Imigrante – FAVENI.

Professor dos cursos de Artes, Musicalização e Flauta Doce no Projeto Minas de Sonhos da Faculdade FPL – Fundação Pedro Leopoldo.

Professor dos cursos de Saxofone, Flauta transversal e clarineta na escola ENSINART DE MÚSICA.

Professor de artes na escola municipal José Elias da costa na cidade de Pedro Leopoldo.

Professor do curso de Saxofone e Clarineta da escola de musica da igreja Peniel. Além de ministrar oficinas em projetos sociais, atua como musico e coordenador do naipe de saxofones da Orquestra Big Band da Faculdade FUNCEC de João Monlevade.

Desenvolve trabalhos com vários artistas consagrados como: Carlos Farias, o Coral das Lavadeiras de Almenara, Daniel Maestri, Daniel Júnior, Avelino D´rodrigues, Quinteto de Jazz Five Brother, Dinho Batera Jazz, Banda Alta Dimensão e no circuito de Clubes e bares da grande BH.

Participou de diversas Oficinas de Música (WorkShop), com artistas como: Sandro Duarte (Baixo), Léo Anderson (piano), Bruno Alves (Batera), Emerson Oliveira (Piano), Dinho Santos (bateria), Leandro do Carmo (guitarrista), dentre vários artistas do cenário Mineiro.

 

Luis Flávio

Iniciou seus estudos musicais na Escola de Música José Maria de Oliveira em 2002, em Serro, um ano após ingressou na banda de música da cidade. Em 2009, ingressou no curso de bacharelado em música pela Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), aprimorando seus estudos com o saxofonista Flávio Macedo. Um ano após transferiu seu curso para Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), tornando-se aluno dos mestres, Dilson Florencio e posteriormente de Robson Saquett. Já em 2014, ingressou no curso de mestrado em Performance Musical pela Universidade de Aveiro (UA), em Portugal, sendo instruído pelo saxofonista Fernando Ramos.

No ano de 2017 concluiu sua pesquisa no âmbito de mestrado, tendo como ramo teórico a etnografia, sob orientação da professora doutora Rosário Pestana. Atualmente cursa a licenciatura musical pela UFMG. Vem exercendo constantes atividades no cenário musical, dos quais se destacam: participação como saxofonista na Gravação do CD da Gerais Big Band (2010); participação como saxofonista na gravação do CD Cinco Gerações (2012); composição de naipe nas Bandas Sinfônicas da UFMG e UEMG; composição de naipe na Big Band da UFMG e Big Band da UEMG; integrante do Quarteto de Saxofones Popular da UFMG, Quarteto de Saxofones Erudito da UFMG, Orquestra de Saxofones da Universidade de Aveiro; também participa com solista e camerista, em seminários, audições e recitais. Atualmente integra o Quarteto de Saxofones e Percussão Monte Pascoal e o Quarteto Mineiro de Saxofones. O músico participou de master classes e oficinas com os professores: Nailor Proveta, Ivan Egídio, Nacho Gascón, Cléber Alves. Alejandro Avilés e Douglas Braga. 

Bacharel em Música (habilitação: saxofone) pela Universidade Federal de Minas Gerais (2013). Orientador: Dilson Florêncio e Robson Saquett.

Mestre em Música (linha de pesquisa: Performance Musical) pela Universidade de Aveiro (2017). Orientador: Rosário Pestana.

Licenciando em Música pela Universidade Federal de Minas Gerais. Previsão de formatura para o 2º semestre de 2017. 

Curso Livre de Inglês, Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas, 19 jan. 2015.

Master Class Nacho Gascón, Universidade de Aveiro, 11-13 dez. 2014.

Participação no curso de saxofone no Festival de Música de Sarzedo, FEMUSA (2012). Carga horária:  40h.

Participação no curso de saxofone e percepção musical do Projeto Bandas – um Encontro entre Cultura e Turismo, em Diamantina. Carga horária:  72h

Formação musical (saxofone) pela Escola José Maria de Oliveira de Serro (2002).