Encontros Musicais apresenta: Canções Praieiras de Caymmi

Encontros Musicais apresenta: Canções Praieiras de Caymmi

Data

23/06/2022

Ingressos *

Comprar ingressos

Adquira AQUI seu ingresso

Horário

21h

Local

Teatro SESIMINAS BH


Sobre o Evento

Encontros Musicais apresenta: Canções Praieiras de Caymmi com Vitor Santana, Sérgio Pererê & Orquestra Sesiminas

No dia 23 de junho, o Centro Cultural SESIMINAS apresenta a terceira edição do projeto Encontros Musicais, uma série de encontros entre artistas de vertentes diferentes, mas que se completam artisticamente. Realizado pelo Centro Cultural em parceria com o Produtor Musical Kiko Klaus, o projeto vem desde 2018 promovendo a cena musical independente de Minas Gerais, com o principal objetivo de estreitar os laços entre esses artistas e o público, valorizando assim a produção da música autoral contemporânea do estado.

E para nosso Terceiro Encontro Musical em 2022, receberemos o projeto “Canções Praieiras” que além de ser o título do belíssimo disco de Dorival Caymmi lançado em 1954, é também o conceito deste concerto, no qual os intérpretes Vitor Santana e Sérgio Pererê emprestam suas vozes ao cancioneiro que o compositor dedicou ao universo do pescador e de quem vive na beira do mar. São canções como “O bem do Mar”, “A jangada voltou só”, “Milagre” e “Noite de temporal”. O repertório não se esgota apenas nas canções constantes no álbum "Canções Praieiras". Traz também músicas registradas em outros discos e que guardam relação direta com o mar e seus mistérios.

O show foi idealizado e concebido para integrar a I Edição da MIBH – Mostra de Intérpretes BH, projeto totalmente dedicado a obra de Dorival Caymmi realizado em setembro e outubro de 2016. Desde então, foram realizadas apenas duas apresentações em ocasiões especiais. A primeira em 08 de setembro de 2016 no Teatro Alterosa e a segunda no dia 01 de outubro de 2017 no Museu de Arte da Pampulha integrando a programação do Projeto Domingo no Museu. O espetáculo que tem Produção Executiva e Direção Artística de Rafael Guimarães, alcançou grande êxito artístico e rendeu ótimas críticas tecidas por importantes agentes culturais.

Em 2022, um formato inédito será apresentado ao público. As Canções Praieiras de Caymmi recebem arranjos orquestrais de Neto Bellotto e Rafael Martini. Vitor e Pererê serão acompanhados pela excelente Orquestra SESIMINAS sob regência do Maestro Felipe Magalhães em um concerto especial em homenagem ao compositor baiano. Além do compor a programação do projeto Encontros Musicais, a apresentação integra também a Série de Concertos 2022, da Orquestra Sesiminas, dentro do Ciclo 2: Universo de Possibilidades.

Nosso terceiro encontro acontecerá dia 23 de junho, às 21 horas, no Teatro SESIMINAS.

“Canções Praieiras” é o título do belíssimo disco de Dorival Caymmi lançado em 1954. É também o conceito deste show, no qual os intérpretes Vitor Santana e Sérgio Pererê emprestam suas vozes ao cancioneiro que o compositor dedicou ao universo do pescador e de quem vive na beira do mar. São canções como “O bem do Mar”, “A jangada voltou só”, “Milagre” e “Noite de temporal”. O repertório não se esgota apenas nas canções constantes no álbum "Canções Praieiras". Traz também músicas registradas em outros discos e que guardam relação direta com o mar e seus mistérios.
O show foi idealizado e concebido para integrar a I Edição da MIBH – Mostra de Intérpretes BH, projeto totalmente dedicado a obra de Dorival Caymmi realizado em setembro e outubro de 2016 com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. Desde então, foram realizadas duas apresentações. A primeira em 08 de setembro de 2016 no Teatro Alterosa e a segunda no dia 01 de outubro de 2017 no Museu de Arte da Pampulha integrando a programação do Projeto Domingo no Museu. O espetáculo, que tem Direção Musical de Rodrigo Torino (vencedor do Prêmio BDMG Instrumental 2010) e Direção Artística de Rafael Guimarães, alcançou grande êxito artístico e rendeu ótimas críticas tecidas por importantes agentes culturais. Ambas as apresentações contaram com excelente adesão de público.
Em 2022, um formato inédito será apresentado ao público. As Canções Praieiras de Dorival Caymmi recebem arranjos orquestrais de Neto Bellotto. Vitor e Pererê serão acompanhados pela excelente Orquestra Sesiminas em um concerto especial em homenagem ao compositor baiano. A apresentação integra o projeto “Encontros Musicais”, do Centro Cultural Sesiminas.

Serviço:

Canções Praieiras de Caymmi – Vitor Santana, Sérgio Pererê & Orquestra Sesiminas
Data: 23/06/2022

Horário: 21:00

Ingressos: R$30,00 (Inteira) R$15,00 (Meia-entrada)

Local: Teatro SESIMINAS BH - Rua Padre Marinho, 60, Belo Horizonte

Contato:
Rafael Guimarães
(31) 98663-0203
rafaelguimaraes.bhz@gmail.com

Vitor Santana:

Vitor Santana é cantor, compositor e violonista e reúne 3 CDs em sua trajetória. O primeiro, Abra Palavra, com a cantora Mariana Nunes, foi lançado em 2004, e o DVD, em 2006. Neste mesmo ano, Vitor foi semifinalista do Prêmio Visa de Compositores, que revelou artistas como Yamandú Costa, Mônica Salmaso e André Mehmari. Em 2010, lançou o CD Beirute com a proposta de construir um diálogo entre as importantes tradições da música latina, africana, árabe e ibérica a partir de suas composições, que trazem em si a música brasileira. Beirute contou com grandes nomes da música brasileira, cubana e portuguesa como Zeca Assumpção, Yasek Manzano e Susana Travassos e abriu portas para o compositor no cenário internacional da música independente na América Latina e na Europa. Em novembro de 2013, Vitor lança o CD Coladera, um projeto que traz a música autoral brasileira de Vitor, a guitarra ibérica do músico e compositor João Pires e a experiência e modernidade do percussionista Marcos Suzano. Coladera circula nas águas de Cabo Verde, Lisboa e Salvador, trazendo o melhor da lusofonia contemporânea. O Trio circulou por cidades como Lisboa, Belo Horizonte, São Paulo, Salvador, Rio de Janeiro e acabou de retornar de uma turnê de 3 shows pelos Estados Unidos, tocando dentro da programação do Brasil Summerfest, em Nova York, também de uma turnê pela Europa, em julho desse ano. O CD foi escolhido como um dos 100 melhores discos de música brasileira de 2013 no renomado site Embrulhador www.melhoresdamusicabrasileira.com.br. Nos últimos cinco anos Vitor fundou o Bloco do Moreré, que se tornou um dos mais prestigiados do carnaval de Belo Horizonte, dedicado ao samba, uma das matrizes mais fortes da música brasileira. Em 2016 Vitor começa a circular com o show “Vitor Santana” com uma banda composta por Rodrigo Carioca, na Bateria, Pablo Dias no Cavaco 5 cordas e Vinícius Ribeiro no Baixo. O show teve sua estreia dentro do projeto Salve o Compositor do Sesc Palladium. No show, Vitor canta músicas de seus trabalhos anteriores e apresenta novas canções que fez com os mais variados parceiros como Jota Veloso,
DéLucas, Dino de S’antiago de Cabo Verde, sempre na busca de um som universal, vocação de Minas Gerais.

Sérgio Pererê:

Iniciado na música ainda na infância possui formação autodidata e muito cedo chegou a ter contato com grandes músicos, como o baterista Robertinho Silva e o percussionista Marcos Suzano. Influenciado pelo blues e rock progressivo, mas sem perder as raízes afro-brasileiras, liderou a banda Avone, trabalho no qual exercitou seu talento como compositor. Mais tarde, fez experimentações na área da MPB ao lado dos violonistas Meliandro Gallinari e Rafael Trapiello e da flautista argentina Andréia Cecília Romero. O quarteto formava o Grupo Pedra de Tucum que interpretava, além de canções próprias, clássicos da MPB. Atuou como solista no espetáculo "Fogueira do Divino", assinado por Tavinho Moura e Fernando Brant, ao lado de Sérgio Santos, Marina Machado, Claudia Vale, Alda Resende, Mariana Brant, Toninho Marra, Geovanne Sassá e Santonne Lobato, sob a regência do Maestro Nelson Aires. Desde 1995, junto com Santonne Lobato e Geovanne Sassá forma a banda Tambolelê, com a qual lançou dois discos e já se apresentou nas principais cidades do Brasil e diversos países das Américas e Europa. Da banda, surgiu o Bloco Oficina Tambolelê, que tem sido um dos grandes destaques em Minas Gerais no trabalho sócio-cultural com jovens de periferias. Ao lado de Wagner Tiso no Rio de Janeiro, em 2002, viveu uma grande realização em sua carreira como cantor ao interpretar as canções para Chico Rei e Santa Efigênia, anteriormente gravadas por Milton Nascimento. Como um dos compositores mais significativo das novas linhagens da MPB, Sérgio Pererê possui os CDs solos e autorais "Linha de Estrelas" (2005), "Labidumba" (2008) e "Alma Grande" (2010). Admirado por diversos artistas do cenário nacional, já teve suas composições gravadas por Ceumar, Regina Souza, Titane, Eliana Printes, Anthônio e Mauricio Tizumba, além de ser cantado por grandes nomes como João Bosco, Milton Nascimento, Chico César, Vander Lee e Fabiana Cozza, sambista paulistana que gravará canções do compositor no seu próximo disco. No teatro, Pererê ainda foi ator-cantor nos espetáculos "Besouro, Cordão-de-Ouro" e "Bituca - O Vendedor de Sonhos", ambos dirigidos por João das Neves e que excursionaram por diversas capitais do Brasil.

Link para visualização dos vídeos – YouTube:
https://youtu.be/2YRZzQESssE (Suíte do Pescador - Finalização do show)
https://youtu.be/yGjES0Gre4o (O Bem do Mar)


Comentários

Ao comentar você concorda com os nossos Termos e condições de uso.

Termos e Condições de Uso


O site do Centro de Cultura Centro Cultural SESIMINAS é um canal aberto ao público que possibilita e compartilhamentos, desde que estes estejam de acordo com a presente política de uso e que as mensagens não contenham conteúdo que se enquadrem nos seguintes casos:

Contenham qualquer material discriminatório, de caráter ofensivo, ilegal, preconceituoso, que incite violência ou que ofenda raça, origem nacional, etnia, religião, sexo e orientação sexual;

Contenham ameaças, perjúrio, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conteúdo inapropriado que viole a legislação brasileira;

Contenham textos, fotos, imagens, vídeos de teor pornográfico, violento, rude, grosseiro, obsceno e vulgar ou qualquer outro conteúdo que seja ofensivo ou prejudicial a usuários menores de idade;

Ofendam ou difamem o SESI-MG, seus funcionários e usuários. Somente neste caso o comentário será excluído imediatamente.